Voce está em:
lala colunas noticias reviews 

FORA DE SÉRIE | LA LA LAND – CANTANDO ESTAÇÕES

Após algum tempo fora, nossa coluna “Fora de Série” está de volta! E não podíamos ter filme melhor para esse retorno, “La La Land – Cantando Estações” ♥


A INTRODUÇÃO

Sendo o filme que levou praticamente tudo no Globo de Ouro, e sendo um dos favoritos ao Oscar desse ano, “La La Land” conta a história de Mia (Emma Stone), uma barista aspirante a atriz que luta para conseguir o primeiro papel de sua carreira. Durante sua jornada, ela conhece Sebastian (Ryan Gosling), um talentoso pianista que anseia por poder mostrar ao mundo suas composições originais. Eis a premissa do filme.

Antes de tudo é importante frisar que se trata de um musical, gênero que há muitos anos não causava esse alvoroço todo entre público/imprensa. E que musical amigos….logo no início somos surpreendidos com um número musical de tirar a gente da cadeira, muito bem coreografada e dinâmica, foi a cena perfeita para apresentar os protagonistas.

O ROMANCE / PROTAGONISTAS

lala1

Como era de se esperar , ao decorrer da história os dois se apaixonam, porém ninguém deve se ater a isso. Mesmo com o relacionamento entre os dois, em momento nenhum o filme deixa a história “água com açúcar”, pelo contrário, as individualidades de cada um e a perseguição de seus sonhos são trabalhados muito bem, nunca deixando o amor falar mais alto que seus respectivos objetivos. Emma Stone e Ryan Gosling estão ótimos para variar, seja em cenas conjuntas, ou individuais, o show é garantido. Globo de Ouro merecido!

TRILHA SONORA/ COREOGRAFIA/ FOTOGRAFIA

kk

O que falar da trilha sonora desse filme? SENSACIONAL! Muitas das canções lembram os clássicos de Burt Bacharach, os amantes mais antigos de musicais terão uma sessão de nostalgia garantida. As coreografias não ficam muito atrás também, apesar de poucas, há pelo menos duas cenas que com certeza ficarão marcadas para quem for conferir. A fotografia do filme para completar, é estonteante – a sensação de que Los Angeles é uma cidade quente é transmitida nitidamente, e as cenas de crepúsculo são lindas. O longa é divido em estações, nesta ordem: inverno, primavera, verão, outono e inverno novamente, em todas as estações há peculiaridades tanto na fotografia como no figurino dos personagens – uma sacada genial. Em algumas passagens o recurso plano sequência também é utilizado. Tecnicamente é um filme perfeito. Vem indicações ao Oscar!!

CLICHÊS/DESFECHO

po

Estaria mentindo se falasse que o filme não possui clichês, possui sim – muitas das cenas já foram vistas em outros filmes, outros musicais…mas o uso é dosado, não fica algo escarado e nem um roteiro pastelão. Sobre o desfecho do filme…alguns conservadores de musicais e romances poderão não gostar, mas com certeza surpreende – as duas últimas cenas são impecáveis, uma lição de vida por assim dizer – a tomada final terminou na hora certa. Preparem os corações que a emoção é forte.


Enfim, “La La Land” além de ser uma linda homenagem aos clássicos musicais da era de ouro de Hollywood, é um filme elegante, poético, competente, e antes de mais nada, inspirador. É tudo o que “The Last Five Years” de 2014 tentou em vão.

 

O longa tem estreia marcada para o próximo dia 19, mas a partir de amanhã (12), em algumas cidades do país já ocorrem pré estreias pagas.

 

Isaque De Sousa

18 anos, paulistano, apaixonado por One Tree Hill e The O.C, amante de livros e séries, curto shows e algumas bandas aê. Futuro jornalista.

Posts relacionados